Buscar
  • bomdiadentista

Estudo confirma ligação entre dentes de leite protuberantes e lesões dentárias traumáticas

As crianças com dentes de leite salientes têm maior chance de lesão traumática, mas o risco pode ser diminuído com o devido tratamento.

Um estudo realizado na Universidade de Adelaide (Austrália) com mais de 50.000 crianças com menos de 19 anos, publicado na revista Dental Traumatology , confirma uma ligação direta entre o grau em que os dentes de um paciente jovem se projetam e a chance de traumas dentais.


Lesões dentárias traumáticas foram identificadas como a quinta doença ou lesão mais prevalente em todo o mundo e o tratamento é mais caro que a prevenção, declara a Dra. Esma Dogramaci, Professora Sênior em Ortodontia da Universidade de Adelaide


Embora o número de lesões dentárias traumáticas tenha caído nas últimas décadas, elas têm consequências físicas, psicológicas e econômicas significativas.


Crianças de até seis anos com dentes com mais de 3 mm de protuberância têm três vezes mais chances de trauma do que crianças sem a anomalia. Crianças com mais de seis anos com dentes com mais de 5 mm têm mais do dobro de chance de trauma, diz a Dra. Dogramaci.


O tratamento ortodôntico corretivo dos dentes de leite normalmente não é realizado, espera-se que todos os dentes permanentes apareçam - geralmente após os 12 anos de idade. No entanto, é sempre bom levar a criança a um ortodontista em caso de dentes de leite salientes.


Um dentista pode medir facilmente até que ponto os dentes de uma criança se destacam e recomendar se devem usar aparelho. Alguns casos, um aparelho móvel pode reduzir a proeminência dos dentes de leite e reduzir significativamente a chance de serem danificados, diz a Dra. Dogramaci.


Importante lembrar que crianças com o hábito de chupar o polegar podem ter como consequência que os dentes leite sobressaiam e, portanto, devem ser desencorajados o mais cedo possível a pararem com este hábito. E as crianças que têm dentes de leite protuberantes devem usar um protetor bucal ao praticar esportes.


A identificação e a proteção precoces dos dentes protuberantes, através de exames dentários regulares, reduzem a chance de problemas iniciais se tornarem problemas dentários de longo prazo, diz a Dra. Dogramaci.


Se os dentes jovens forem quebrados ou arrancados, podem ocorrer problemas a longo prazo, como a necessidade de tratamento do canal radicular ou até a perda de dentes, exigindo um compromisso vitalício para o tratamento odontológico geral.

Além disso, se o tratamento ortodôntico for realizado em dentes que sofreram trauma anteriormente, outras complicações podem ocorrer durante a ortodontia, o que pode levar à perda desses dentes.


Os resultados deste estudo confirmam que exames regulares, principalmente para crianças, são essenciais para uma boa saúde dental a longo prazo.


Fonte: Universidade de Adelaide

Referência: Dogramaci, E. et al. (2019) The association of overjet size and traumatic dental injuries - a systematic review and meta‐analysis. Dental Traumatology. doi.org/10.1111/edt.12481




16 visualizações

©2019 por Bom Dia Dentista. Orgulhosamente criado com Wix.com